17.03.2010
Trânsito
Trecho Sul do rodoanel vai complicar, ainda mais, trânsito em Taboão
compartilhe
Da Redação do Portal O Taboanense

 

No próximo dia 27, o esperado Trecho Sul do Rodoanel será inaugurado pelo governo estadual. A boa notícia é que a interligação da rodovia Régis Bittencourt com a Anchieta e Imigrantes. A notícia ruim, é que o trânsito em Taboão da Serra deverá aumentar em até 30%.

A previsão da Dersa é que o Rodoanel Sul irá tirar mais de 300 mil veículos da marginal Pinheiros e outros 85 mil veículos da avenida dos Bandeirantes, atualmente, o principal acesso para os caminhoneiros para chegarem à Imigrantes ou Anchieta.

Foto: Eduardo Toledo

Trânsito já carregado na região central vai sofrer novo impacto com inauguração de trecho

Com a inauguração do Trecho Sul, Taboão da Serra irá se tornar rota principal de vários motoristas que seguem para a Ceagesp e Pinheiros, e quebra de quem quer fugir do pedágio, o que irá aumentar o fluxo de carros e caminhões. Segundo informações da secretaria municipal de trânsito e transporte, o fluxo de caminhões trucados (de três eixos) dentro da cidade já é 37% maior do que em 2008.

 “Estamos em contato com o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) para estudarmos a melhor opção para que o trânsito não fique sobrecarregado na cidade”, diz Claudinei Pereira, secretário municipal de transportes, que completou: “estamos dependendo de uma proposta do DNIT, para quem sabe municipalizar esse trecho da Régis. Para nós fica muito claro que não se trata de uma rodovia e sim de uma avenida, confio na municipalização desse trecho e garanto que se isso acontecer teremos fluidez com segurança”, diz.

A rodovia interligará o trecho Oeste, já em operação, da rodovia Régis Bittencourt até a rodovia Anchieta, passando pela Imigrantes. Com isso, sete rodovias que chegam a São Paulo estarão interligadas pelo rodoanel - Bandeirantes, Anhanguera, Castello Branco, Raposo Tavares, Régis Bittencourt, Imigrantes e Anchieta.

Além de desafogar as marginais, o anel viário irá facilitar muito a viagem de quem for curtir as praias do litoral Sul.
comentários
  • Zeroberto
    , Pqe Pinheiros
    Será que a municipalização da BR é o caminho certo? o certo é que temos vários pontos de congestionamento na cidade, os dois mais criticos é no largo do taboão, passando pela faculdade, praça nicola vilelechio e se estendendo pela BR afora, o outro é a Av Paulo Aires que começa depois do viaduto do retorno e se estende pelo Pqe Pinheiros afora. Tudo é excesso de veiculos e nenhum monitoramento ou fiscalização, lembrando que Taboão da Serra tem um viaduto e meio para atravessarmos e fazer retorno pela BR (o viaduto do shopingue taboão é somente uma mão), qual é a solução para o transito caótico??? mais viadutos, vias elevadas, tuneis, metrô ou rodizio?????? e vai piorar, qualquer que seja a solução vai ser cara, dificil e dolorosa. Taboão da Serra inchou, é uma das maiores densidades demográficas do país e a infra-estrutura não acompanhou, independente deste ou daquele governo e prefeito ou partido.
  • André H. Antunes
    , Jd Helena
    É.. a única saída é deixar a cidade....
  • Roberto Borges
    , Jd. Monte Alegre
    é moleza resolver este problema: 1) põe um pedágio para caminhão, maior do que o cobrado no rodoanel, perto da região do Shopping (dos dois lados da BR). Nenhum caminhão mais entrará em Taboão da Serra com destino ao Ceasa e outras rodovias. 2) põe pedágio para carro que não tem placa de Taboão da Serra,Embú das Artes, São Lourenço, Juquitiba, Itapecirica da Serra, Embú-Guaçu, MIracatú, etc, até a divisa com o Paraná. Ou seja, todos os que morarem nestas cidades poderão chegar à Cidade de São Paulo sem pagar pedágio em Taboão, como os Taboanenses poderão fazer. Neste caso, o valor do pedágio para carros que não tenha placa destas cidades não precisa ser maior que o do Rodoanel. Pode ser igual. Com esta medida, já vai tirar todo esse pessoal que poderia chegar a SP pela Anhanguera, Bandeirantes, e, principalmente, Castelo e Raposo Tavares. Se ainda assim os usuários destas rodovias quiserem trafegar por Taboão,para escapar do trânsito também infernal daquelas rodovias, serão bem-vindos, e vamos usar o dinheiro do pedágio para fazer passarelas na BR que está matando nossa população que precisa atravessar esta pista correndo. 3)Os moradores de Taboão da Serra e das outras cidades mencionadas que tem carro com placa que não seja de sua cidade (talvez possam ser em grande número) certamente vão transferir as placas de seus carros para Taboão da Serra, para evitar pagar pedágio quando circularem por dentro da nossa cidade. Talvez haja até algum benefício para nossa cidade, já que a Prefeitura poderia pleitear uma parte do IPVA pago pelos Taboanenses, e aplicar este dinheiro para tapar buraco em nossa cidade. Alguém pode perguntar: e se São Paulo quiser adotar a mesma política? Simples, provalmente se pagará pedágio lá também. A diferença, é que São Paulo é muito mais rica e poderosa, com capacidade de resolver seus problemas, comparado com Taboão da Serra, que é uma cidade pequena e com poucos recursos disponíveis para aplicação em nosso território, e não aplicaria uma medida como esta, por ser desnecessária para São Paulo, principalmente agora com a ampliação do Rodoanel. Será que daria para implantar este plano em nossa cidade? Ora, assim como foi aprovado o aumento substancial do IPTU para este ano, não acredito que seria difícil aprovar um "planinho" desses. Fica aberto o tema para quem quiser complementar a idéia (exemplo: cobrar pedágio apenas nos horários de pico, já seria melhor do que nada)
  • Adagnilson Menezes
    , Maria Rosa
    Se houver municipalização do trecho inicial da Regis, podem esperar: Vai ter feira livre, desfile de carnaval e de 7 de Setembro, tudo ali onde é rodovia.
  • cidão
    , vila iasi
    roberto borges ou isso que vc disse é uma satira ou vc é mais louco do que posso imaginar,os caminhões só voltaram a circular na cidade pq se começou a cobrar pedagio no rodanel,pra ficar bom teria que ñ se cobrar pedagio no horario de pico(pelo menos pros caminhões)pq eles pagam por eixo e fica mais caro pra eles ir pelo rodanel do que pela elizeu de almeida,então eles cortam a nossa cidade,não se pode brigar com embu e outras cidades pq nois tbm atormentamos a cidade de são paulo todos os dias e eu nunca vi eles criticando nosso municipio,botar a culpa nas cidades vizinhas por nossa falta de estrutura chega a ser leviano,e não se esqueça tbm que todos fomos parte de itapecirica da serra,é o mesmo que cuspir no prato que comeu.nunca esqueça suas origens,e quanto a municipalizar é uma piada de mal gosto,vejam como ficou a armando de andrade,mudaram a avenida da noite pro dia,sem uma pesquiza de opinião se seria bom ou não,me cobrem se daqui alguns dias eles não vão voltar ao normal
  • Xavier
    , jd. monte alegre
    No passado... cogitou-se em levantar um elevado, iniciando justamente aonde comeca o transito e iria até a av Francisco Morato,afim de mitigar o problema do trânsito! Quem sabe...
  • Adelina
    , pq. assunção
    Já passou da hora de se construir no centro de Taboão um mini anel viário... o que tem de semáfaro nesta cidade... Estamos atrasados em 50 anos no planejamento de trânsito. DEveríamos estar atravessando a BR por cima e sem paradas. Vide Osasco, Santo André, São Bernardo, Campinas e outras...
  • Roberto Borges
    , Jd. Monte Alegre
    Prezado Cidão, Obrigado por sua referência ao meu comentário, o qual não é sátira não, ou seja, talvez eu seja mais louco do que você possa imaginar mesmo. Só que você não leu direito minha proposta, a qual estabelece que os carros de todos os municípios que se utilizam da BR para chegar a São Paulo, tal qual Taboão, não pagariam pedágio. Assim, Embú, Itapecirica, Juquitiba, ou, como eu disse, todas os carros com placas de todas as cidades até a divisa com o Paraná, estariam isentas de pagar pedágio no Taboão.Quem vai pagar pedágio aqui seriam os moradores de Cotia, Alphaville, Barueri,Jundiaí, Campinas, etc, que tem também suas conexões diretas com São Paulo(via Raposo, Castelo, Bandeirantes e Anhanguera), mas, preferem passar pelo Taboão. Você já viu quantos carros com placas destas cidades estão parados no congestionamento ao lado do seu carro todos os dias de manhã? Quanto aos caminhões, aí não podemos fazer nada. Tem que pagar mesmo, e que cobrem o pedágio de seus clientes. Para não dizer que seria duro demais com o amigo caminhoneiro, eu analisaria a hipótese deles não pagarem pedágio fora do horário de pico, mas, esta é a única concessão que acho que daria para fazer. Do contrário, tal qual disse nosso amigo André H. Antunes do Jd. Helena (segundo comentário acima), "a única saída é deixar a cidade".
  • cidão
    , vila iasi
    sou totalmente contra a sua idéia pois nois temos que lutar um dia é pra acabar com os pedágios e não criar mais,vc sabia que o ipva foi criado em 1970 e que eles alegaram que era pra arrecadar pra construir estradas e qd se criasse o pedágio o ipva seria cancelado veja no que deu hoje nóis pagamos os dois,ñ vamos criar mais impostos pro povo e onde fica o direito de ir e vir?duvido que se são paulo fizesse isso com taboão da serra vc aprovaria!!!pense nisso,pimenta no dos outros é refresco
  • Rafael
    , jd intercap
    a transbrasiliana (BR116) ofereceu ao prefeito Evilásio realizar uma passarela tipo viaduto, sobre o centro de Taboão em que interligaria as Av Francisco Morato e Elizeu de Almeida as proximidades da fabrica NIASI, com isso os veiculos que apenas utilizam o centro da cidade como caminho e passagem por falta de outras alternativas transitariam por este viaduto, deixando o trânsito dos moradores de Taboão melhor na rua do Tesouro e paralelas livre, só que o nosso prefeito não aceitou, e preferiu este resultado, mais trânsito, mais acidentes, mais poiluição, mais insegurança, e mais falta de pensar realmente no cidadão taboanense
  • Sidneia
    , Jd. Salete
    Não adiante ficar aqui discutindo, pq ninguém vai fazer nada p/ melhorar, esses politicos só prometem e nada fazem, esse monte de farol que tem no largo do Taboão é um absurdo, são mais de 8 faróis, um atráz do outro, antes eu levava 20 minutos p/ chegar ao meu trabalho, agora levo em torno de 1:40hs, o meu colega de trabalho mora em Itupeva ( interior de São Paulo) ele leva 1:00hs p/ chegar no trabalho, e eu que moro em Taboão e trabalho na Vila Sônia levo quase o dobro do tempo dele, e cada dia está ficando pior, daqui á pouco nem vou voltar p/ casa, vou dormir direto no escritório p/ não correr o risco de chegar atrasada e acabar perdendo o meu emprego, e se não bastasse, agora tb pego trânsito na volta, pq "decidirão" mudar o trajeto da Av: Armando de Andrade.Para mim só há uma solução ( pelo menos p/ mim) é sumir de Taboão da Serra.
  • Prof christian Sznick
    , Vila Santa Luzia
    Taboao da Serra sofre as consequências de estar inserida em um corredor de tráfego. Vantajoso economicamente pois diversas empresas acabam por se instalar as margens deste corredor. Mas o deslocamento de pessoas e cargas ficou comprometido. É preciso se pensar sim em um anel viário mas que envolve-se toda a cidade. Uma continuidade da Armando Andrade, com suas marginais executadas desde o Centro até o Laguna faria uma nova via paralela e tiraria o tráfego local da BR116. Uma conexão desta avenida com a Cid Nelson Jordano duplicada e com ligação até a Ibirama e por fim a finalização e interligação da Fernando Fernandes em toda a extensão do Córrego Joaquim Cachoeira até a divisa com a Capital. Teria-se um anel que evitaria dividiria o tráfego da BR 116, diminuiria o existente no Pq Pinheiros e melhoraria o Corredor da Kizaemon. Junto com a Capital depois se fazer uma via ao lado do Pirajussara desde o Extra até o Mitsutani/Leme. Possível tudo isso, com planejamento e interesse real do Executivo (Prefeitura)
  • Well
    , Saporito
    Municipalizar a BR?.........se isso acontecer, vai ter chuva de semáforos lá complicando ainda o trânsito..........Aff Acordaaa Prefeito
  • Eu
    , Jardim Maria Rosa
    O PREFEITO E SEU SECRETARIO DE TRANSPORTES ESTÃO FICANDO DOIDO, COMO SE PODE FAZER UM ABSURDO DESSES COM O TRÂNSITO DE TABOÃO DA SERRA, INVERTENDO A MÃO DA RUA ARMANDO ANDRADE. QUEM VEM PELA RUA SANTA LUZIA, NÃO PODE MAIS VIRAR A DIREITA NA ARMANDO ANDRADE PARA ENTRAR NO CENTRO DE TABOÃO, OU SEJA, TEM QUE SEGUIR DIRETO PELA SANTA LUZIA ATÉ O FINAL... RESULTADO ?? TRÂNSITO E MAIS TRÂNSITO DESDE O FAMILY, QUE VAI NO ANDA E PARA (MAIS PARA DO QUE ANDA!) QUEM QUISER IR PARA O SENTIDO EXTRA TEM QUE IR ATÉ A PRAÇA NICOLA VIVILECHIO PARA FAZER O RETORNO, AO INVÉS DE SIMPLESMENTE VIRAR A DIREITA NA ARMANDO ANDRADE E CRUZAR A BR. UM ABSURDO. SE PREPAREM POVO DO TABOÃO, POIS VEM MAIS CAGADAS DESSE PREFEITINHO INCOMPETENTE QUE SÓ QUER TUMULTUAR A VIDA DO POVO TABOANENSE... A PROXIMA RUA QUE VAI VIRAR MÃO UNICA VAI SER A RUA ELISABETTA LIPS, QUE VAI GANHAR SETINDO UNICO PARA A PRAÇA.... ISSO QUE DÁ VOTAR 40... AGORA AGUENTA !!!
  • N.E.O
    , Jd Monte Alegre
    o jeito mesmo...acabar com os faróis...tem faróis ate p pedestres em frente a faculdade anhanguera...o povo nao pode andar 50 metros ate o farol em frente a igreja sta terezinha??? municipalização do trecho da Br??? nem pensar!!!! e a ideia - I M B E C I L - do viaduto cortando o centro de nossa cidade??? já não basta vermos o que aconteceu com a região onde foi construído o minhocao??? as pessoas que apoiam uma imbecilidade dessas com certeza nao moram em Taboão, querem ver a cidade ainda mais feia, já nao basta nosso BELO cartão de visitas, nosso piscinão de ramos, logo na entrada da cidade, dando cheirosas boas vindas aos visitantes...
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo